Giany de Almeida consultora Mary Kay.

Giany de Almeida consultora Mary Kay.
Contato: gianydealmeida@hotmail.com

segunda-feira, 20 de abril de 2009


Definitivo



Definitivo, como tudo o que é simples.

Nossa dor não advém das coisas vividas, mas das coisas que foram sonhadas e não se cumpriram.

Sofremos por quê? Porque automaticamente esquecemos o que foi desfrutado e passamos a sofrer pelas nossas projeções irrealizadas, por todas as cidades que gostaríamos de ter conhecido ao lado do nosso amor e não conhecemos, por todos os filhos que gostaríamos de ter tido junto e não tivemos, por todos os shows e livros e silêncios que gostaríamos de ter compartilhado, e não compartilhamos. Por todos os beijos cancelados, pela eternidade.

Sofremos não porque nosso trabalho é desgastante e paga pouco, mas por todas as horas livres que deixamos de ter para ir ao cinema, para conversar com um amigo, para nadar, para namorar.

Sofremos não porque nossa mãe é impaciente conosco, mas por todos os momentos em que poderíamos estar confidenciando a ela nossas mais profundas angústias se ela estivesse interessada em nos compreender.

Sofremos não porque nosso time perdeu, mas pela euforia sufocada. Sofremos não porque envelhecemos, mas porque o futuro está sendo confiscado de nós, impedindo assim que mil aventuras nos aconteçam, todas aquelas com as quais sonhamos e nunca chegamos a experimentar.

Por que sofremos tanto por amor? O certo seria a gente não sofrer, apenas agradecer por termos conhecido uma pessoa tão bacana, que gerou em nós um sentimento intenso e que nos fez companhia por um tempo razoável,um tempo feliz.

Como aliviar a dor do que não foi vivido? A resposta é simples como um verso: Se iludindo menos e vivendo mais!!! A cada dia que vivo, mais me convenço de que o desperdício da vida está no amor que não damos, nas forças que não usamos, na prudência egoísta que nada arrisca, e que, esquivando-se do sofrimento, perdemos também a felicidade.

A dor é inevitável.

O sofrimento é opcional...

4 comentários:

Mais um Sonhador... disse...

Muito Bom :)

JAIRCLOPES disse...

Gygi,
Gostei do teu blog, muito interessante. Também tenho um blog: www.jairclopes.blogspot.com Lá você encontra textos interessantes sobre os mais diversos assuntos. Convido-a a ler, comentar e divulgar. Obrigado, JAIR.

CelyLua - O blog das Letras disse...

Olá, Princesinha Gygi!

Adorei conhecer teu belo e abençoado blog.
Fiquei deslumbrada com suas palavras...
Texto riquíssimo de sabedoria...
Teu pensar é brilhante!
Seus versos me fizeram senti a presença do lirismo do inicio ao fim.
Ou seja, o teu pensar, mesmo se tratando de um fato realmente vinculado ao cotidiano...
É sem duvida uma definição de que, a vida tem mais que, ser vivida no agora...
Jamais deixar para o amanhã o que, na verdade poderemos fazer hoje.
Porém, realmente o sofrimento estar cada dia mais se implantando na mente do ser humano.
Infelizmente pensar “Positivo” Estar sendo um sofrimento constante...
Obviamente que, “Cada ser humano é responsável por suas escolhas, isto é, boas ou ruins”.
Portanto, esquecer de viver na vida buscando infinidade de possibilidade de realizar seus sonhos...
Está ficando infelizmente enfraquecido no cotidiano...
Em outras palavras, principalmente o amor...
Estar se ausentando lentamente da mente do ser humano.
“Logicamente nem todas as pessoas pensam ou agem assim, isto é, sem antes pensar no que, de fato vale a pena viver...”.
Adorei seu raciocínio...
Tu és uma Escritora Magnífica!!
Parabéns e aplausos!
Voltarei mais vezes...
Deus te abençoe Gygi.
Beijos perfumados de poesias...
Com apreço e carinho,
CelyLua, Amiga e fã da tua abençoada e bela inspiração...

Muito obrigada!

Gygi disse...

Minha linda muitíssimo obrigada vindo de vc este elogio é enaltecedor.
Adorei seus versos tb, continue presentiando-me com o previlégio da sua compania. Grata desde já
Giany