Giany de Almeida consultora Mary Kay.

Giany de Almeida consultora Mary Kay.
Contato: gianydealmeida@hotmail.com

sábado, 20 de junho de 2009

Viva São João!




O São João do Nordeste é
uma grande homenagem às coisas belas
desta Região. Os costumes, as crendices, as
comidas típicas, tudo que aflora com bastante intensidade
durante as festividades juninas, evento mais festejado e de maior
importância no calendário nordestino.
Porque o Brasil inteiro sabe que o São João no Nordeste é diferente
das demais regiões. Mas, poucos sabem que, comparando
costumes e a diversidades dos nove estados nordestinos a riquesa é ainda maior. No Norte-Nordeste, contudo, as festas juninas prevalecem como as mais atrativas e de maior investimento popular, porque os costumes não
foram perdidos com o passar dos anos, a tradição continua firme nas canções, danças e, principalmente, no espírito de quem nasceu aqui.

Festivais de quadrilhas
No ceará os grupos de quadrilhas juninas, tornaram-se mais do que tradição, caracterizando-se como um elemento à parte. Quem vê a beleza das cores nos vestidos, a precisão dos passos e formações sincronizadas, nem imagina que todo esse trabalho começa muito cedo, meses antes do início dos festejos.
A organização dos concursos, Júris e premiações fica por conta da Federação Cearense das quadrilhas. Já o transporte dos integrantes, locais de apresentação, e a confecção das roupas, ficam por parte dos próprios grupos e seus integrantes.As chamadas “Quadrilhas”contam ainda com Patrocinadores, colaboradores, e até nome, de bairro em bairro, e entre cidades, os grupos comparecem aos festivais, em busca de premiações, ou simplesmente pela alegria e satisfação pessoal, em entreter e animar as noites juninas.
Dentre os mais populares e tradicionais festivais estão o de Maracanaú, O Juá forró em Juazeiro do Norte, o Chitão de Baturité, e a Cumadre Chica no bairro Dr. José Walter, de onde são saem diversos grupos de quadrilhas todos os anos. Além das apresentações e competições dos grupos de quadrilha, o sucesso das festas é garantido pela presença de barraquinhas de comidas típicas, brincadeiras populares e os shows de bandas e cantores de forró, ritmo este que embala o Ceará e as festas juninas.
As apresentações dos grupos de quadrilhas são feitas geralmente em quadras esportivas de praças e ginásios, mas em Juazeiro do Norte, no Juá Forró, além dos palcos há o
Quadrilhodrómo” um espaço reservdo à apresentação das quadrilhas competidoras.
Já no ginásio poliesportivo da Parangaba, realiza-se o tradicional festival de quadrilhas, na competição os grupos infantis tem presença garantida, durante suas apresentações o momento mais esperado é sem dúvidas o casamento matuto, as quadrilhas infantis destacam-se dos grupos adultos pela alegria e a quase ausência de competitividade, o que torna a festa das crianças descompromissada e ainda mais bonita.

O Maior São João do Mundo
Três santos são efusiva e intensamente comemorados em junho, em todo o Brasil, desde o período colonial: Santo Antônio, São João e São Pedro. No nordeste brasileiro principalmente, estes santos são reverenciados e pode-se dizer que a importância destas festas, para as populações nortista e nordestina, ultrapassa a do Natal, principal festa cristã, e que elas são, historicamente, o evento festivo mais importante destas regiões,
tanto cultural como politicamen mente. A comemoração das festas juninas é certamente herança portuguesa, o ciclo das festas juninas gira em torno de três datas principais: 13 de junho, festa de Santo Antônio; 24 de junho, São João e 29 de junho, São Pedro. Mas todo o mês é considerado como tempo consagrado a estes santos na região e, principalmente as vésperas, que é quando se realizam os sortilégios e simpatias, a parte mágica da festa típica do catolicismo popular. No nordeste, contudo, as festas juninas prevalecem como as mais atrativas e de maior investimento popular.

No nordeste brasileiro, a perspectiva das festas juninas transforma as cidades e o espírito das pessoas, que parecem sentir uma irresistível atração e afinidade pela festa, Caruaru tem a fama de“maior reunião brasileira de folclore”. E há alguns anos, durante o mês de junho, Caruaru se torna um gigantesco arraial. Toda uma cidade cenográfica foi criada, visando trazer para o centro de Caruaru o “clima da roça”


O Trem do Forró é uma das maiores atrações da festa, ele parte de Recife, percorrendo diversas cidades onde novas pessoas vão entrando e se integrando à festa dentro do trem. Em seu interior o forró não para de ser tocado, todos os vagões são animados com bandas.Na Vila do Forró tenta-se reproduzir, o clima e a ultura material de uma “verdadeira cidade do interior” em tempo de festa. A Vila é uma réplica de um arruado, com casas simples e coloridas, posto bancário, posto dos Correios, delegacia, sub-prefeitura, mercearia, igrejinha, forrós pé-de-serra e restaurantes bandas.carros alegóricos, há carroças ornamentadas, casamentos matutos, quadrilhas tradicionais e estilizadas, grupos folclóricos, bandas de pífaro, artistas e figurantes e um grande espetáculo pirotécnico. Os Bacamarteiros são outra atração dos festejos juninos. Com os seus “poderosos” bacamartes eles atiram para festejar o Santo Antônio casamenteiro, o nascimento

de São João Batista e São Pedro. Por ter em suas origens raízes militaristas,
os Bacamarteiros se apresentam divididos em "batalhões", sob as ordens de um "comandante".Mantendo o costume a queima daquela que é considerada a “Maior Fogueira do Mundo”, é realizada juntamente com o Festival Nordestino de Fogueteiros e no dia 8 de junho em Caruaru.






As quadrilhas de Caruaru - tradição e modernidade

A tradição das quadrilhas juninas remota do folclore francês acrescida de manifestações típicas da cultura portuguesa, disseminou-se por todo Brasil e desde então os grupos vem se tornando competitivos e cada vez mais especializados. As quadrilhas são o espetáculo por excelência em qualquer São João do Brasil e especialmente em Caruaru, que briga pelo título de “Capital do Forró” com Campina Grande, na Paraíba. Caruaru retém, atualmente, o mais conhecido São João do Brasil, embora, se diga que em grandeza está ao lado do de Campina Grande. A partir das quadrilhas comuns, em Caruaru surgiram a Gaydrilha, a Sapadrilha e a Trokadrilha. A Gaydrilha foi fundada em junho de 1989, uma quadrilha diferente onde só homens dançavam, vestidos de matutos e matutas e de personagens típicos da festa. Naquele ano, 23 “casais” saíram pela primeira vez, como alternativa feminina da Gaydrilha surgiu a Machadrilha que depois mudou de nome para Sapadrilha, também conhecida como o “grande pé quente do São João de Caruaru” A Sapadrilha é uma quadrilha só de mulheres, vestidas de

matutos e matutas.
Juntamente com a Sapadrilha, surgiu a Trocadrilha, onde os homens se vestem de mulheres, as mulheres de homens e dançam juntos, conservando a tradição da brincadeira carnavalesca de inversão. Com tudo as quadrilha tradicionais ainda são o grande sucesso das festas Juninas de Caruaru e de todo o Brasil.Espontaneamente, são formadas quadrilhas nas ruas, bairros, escolas, empresas e grupos diversos. Valorizando este costume e incentivando a divertida brincadeira.


Extraído de:
http://www.aguaforte.com/antropologia/festaabrasileira

3 comentários:

Blog do Franco disse...

..Olá Gygi!


.Então,a tradição das festas juninas é ressaltada pelas muitas festas nas muitas capitais do nordeste.

O melhor de tudo ,são as comidas típicas. Bolo de milho e canjica,delícia!


...SEria interessnte que outras culturas fossem igualmente mostradas a todo o terrotórioi nacional. Como a cultura do reggae no maranhão,pouca gente sabe disso. beijokas! Belo post.

Gygi disse...

Vou fz uma breve pesquisa pra postar algo sobre O Boi Bumbá...
No caso o da cidade de Morros no MA, tradicionalíssimo em São Luis, provavelmente colocarei mais fotos mais tentarei, contar lendas e a rotina dos dançarinos que não difere da dos dançarinos de quadrilha...bjs

joelma disse...

desculpas eu não li teu blog, mas de cara ja gostei. Eu danço quadrilha há um bom tempo e agora faço faculdade de dança Maceió/AL e meu tcc vai ser sobre quadrilha juninas da minha cidade. estava fazendo uma pesquisa e descobri seu blog venho aqui mais vezes concerteza, e da proxima vez vou ler.
bjoossss parabénss!!!